Padre João Luiz ESPESCHIT Padre João Luiz ESPESCHIT  ‎(I83)‎
Nomes: João Luiz
Sobrenome: ESPESCHIT
Também conhecido por: Padre Espeschit
Prefixo: Padre

Sexo: MasculinoMasculino
      

Nascimento: 23 Junho 1876 26 20 Chácara, MG, Brasil
Falecimento: 27 Novembro 1950 ‎(Idade 74)‎ Pedro Leopoldo, MG, Brasil
Dados Pessoais e Detalhes
Nascimento 23 Junho 1876 26 20 Chácara, MG, Brasil


Exibir Detalhes Fonte: Pelos Caminhos do Brasil o Que Encontrei
Publicação: Maza Edições - 1995
Detalhes da Citação:  Pág. 32 Par. 9
  Date of entry in original source: 25 Outubro 2002
  Texto: Em 24 de junho de 1876, teve começo a realização do mais caro sonho da casa, com a chegada do primeiro broto. Veio ao mundo o garotinho JoãoLuiz ‎(...)‎

Falecimento 27 Novembro 1950 ‎(Idade 74)‎ Pedro Leopoldo, MG, Brasil


Fonte: Resumo Biográfico do Pe João Luiz Espeschit

Atualizado em 12 Abril 2015 - 15:51:44 - Última Alteração por: gespeschit
View Details for ...

Parents Family  (F11)
Georg ESPENSCHIED
1849 - 1935
Emma Elisa HAGEN
1856 - 1941
Padre João Luiz ESPESCHIT
1876 - 1950
Meneleu ESPESCHIT
1878 - 1951
Antônio ESPESCHIT
1881 -
Flávio ESPESCHIT
1882 - 1974
Corina ESPESCHIT
1886 -
José Pedro ESPESCHIT
1889 - 1977
Levindo ESPESCHIT
1894 - 1912
Lindolpho ESPESCHIT
1896 - 1998


Notas

Nota
Em 23 jun 1876 nasceu em São Sebastião da Chácara ‎(atual Chácara, MG)‎ que na época era distrito de Juiz de Fora.

Além de padre, foi engenheiro, bacharel em ciências físicas e matemática, membro honorário do Instituto Técnico Industrial do Rio de Janeiro no qual também foi Vice-Presidente, Professor Correspondente da Escola Livre de Engenharia, membro do Instituto Agrícola Brasileiro, fundador de diversos jornais, redator e colaborador de revistas científicas, autor teatral.

Foi responsável pela instalação da primeira rede elétrica em diversas cidades mineira.

Em 2 jul 1876 foi batizado na Capela de São José.

Até 1894, quando completou 18 anos, morava com os pais, ajudando na olaria, na horta e nas tarefas domésticas.

Em 1894, saiu de Simão Pereira indo para Juiz de Fora, onde logo arrumou emprego na Livraria e Papelaria Renato Dias, que também era armazém de cereais e refinaria de açúcar ‎(1 Pág. 35 Par. 12)‎.

Em 1895, num domingo de ramos, D. Silvério visita os pais de João Luiz, Jorge e Amélia, que eram luteranos. Durante o almoço, pede permissão para que João Luiz torne-se padre. Os pais não se opõem e, uma semana depois, João Luiz se demite do emprego na Livraria e segue para o seminário de Mariana,MG. ‎(1 Pág. 40/41)‎

Enquanto esteve no seminário, acompanhou D. Silvério em diversas visitas: Vila Nova da Rainha do Caeté, Colégio do Caraça, Igreja Nossa Senhora da Piedade, Santa Bárbara, São João do Morro Grande, Bom Jesus do amparo, Brumal e Catas Altas do Mato Dentro. ‎(1 Pág. 82/83)‎.

Em 1903 celebrou sua primeira missa na matriz de Nossa Senhora da Glória, em Mariano Procópio, no domingo de Ramos ‎(1 Pág. 139 Par. 6)‎.

Era enjoado para comer ‎(1 Pág, 318 Par. 2)‎. Só comia carne de vaca, porco ou frango ‎(estes dois últimos só se fossem cria da casa)‎. ‎(1 Pág. 208 Par. 11)‎.

É conhecida uma história na qual ele se hospedou numa fazenda. Não havia luz elétrica e ele adorou o prato servido no jantar, num ambiente muito escuro. No dia seguinte, ao saber que havia comido quiabo, passou mal. ‎(Toni)‎

Possuía uma biblioteca particular com centenas de livros ‎(1 Pág. 142 Par. 2)‎. Tinha uma caderneta na qual anotava toda sua correspondência recebida, pendente e enviada ‎(Toni)‎.

Em 1905 torna-se vigário em Cana Verde ‎(1 Pág. 193 Par. 3)‎. Em 18 Dez 1905, toda a família muda-se para esta cidade ‎(1 Pág. 195 Par. 1)‎.

Em 1906 torna-se vigário em Sete Lagoas ‎(1 Pág. 225 Par. 9)‎. Neste mesmo ano, Jorge, Amélia, Antônio, Flávio e Corina mudam-se para Sete Lagoas ‎(1 Pág 226 Par. 1)‎

Neste mesmo ano, funda um jornal católico "Pátria Mineira" em sociedade com o Dr. Fernando de Mello Viana, advogado em Sabará e mais tarde promotor público em Sete Lagoas.

É interessante notar que, em São João Del Rey, em abril de 1889, foi fundado por Sebastião Sete um famoso jornal republicano de nome "A Pátria Mineira" que circulou por 5 anos, podendo ter sido a inspiração para o nome do jornal fundado pelo Pe. Espeschit.

Em 1909, no Rio de Janeiro, faz um curso de Engenharia ‎(1 Pág. 258 Par. 5)‎.

Em 15 out 1918, muda-se para Pouso Alto, MG onde foi vigário a partir de 1919.

Em 1920, muda-se para Sabará, MG.

Em 12 abr 1921 vai para Conceição do Mato Dentro, acompanhado do Lindolpho ‎(312p1+313p2)‎. No dia 22 jun 1921, conseguem terminar as obras de iluminação elétrica, bem a tempo de iluminar o jubileu do Sr. Bom Jesus de Matozinhos. ‎(1 Pág. 315 Par 6)‎.

Em fins de 1921, inicia os trabalhos para iluminar São Miguel e Almas de Guanhães, atual Guanhães, e seu distrito Patrocínio de Guanhães, hoje Virginópolis ‎(1 Pág. 320 Par. 1)‎.

Em 1922 vai iluminar São João Batista, hoje Itamarandiba ‎(1 Pág. 338 Par. 7)‎.

Foi pároco de Pouso Alto, MG de 15 out 1928 a 15 nov 1828 ‎(3 Pág. 23)‎

Em 1942 muda-se para Manhuaçu, MG onde vai morar com José Pedro.

Durante a 2a Guerra Mundial ouvia a rádio alemã e acreditava que a Alemanha estava ganhando a guerra.
Para economizar gasolina, converteu o próprio carro para funcionar com gasogênio.

Foi vigário muito querido em Pedro Leopoldo, MG.

Texto da Certidão de Nascimento, gentilmente cedida por Jorge Nogueira Espeschit em 01 jan 2003:
==========
‎[Juiz de Fora]‎, 14 ‎[de]‎ Abril ‎[de 189]‎8

Revendo os livros de baptizados desta parochia encontrei o seguinte assentamento‎(?)‎:
Aos dois dias do mes de Julho de mil oitocentos e settenta e seis na Capella de S. José baptisei solenemente e apus santos oleos a ‎(sic)‎ innocente João, nascido aos 23 de Junho do mesmo anno e filho legitimo dos colonos Jorge Espeschied e sua mulher Emma Elisa Hagen. Padrinhos foram: João Weitzer digo Weityel e Lucia Weityel.
E para constar passei este que assigno.
O padre Americo de ??ragr. Missr. Aj. e Cappelão.
Erat ut supra, o que affirmo em fé de sacerdote.
Juiz de Fora, 15 de abril de 1898
O vigário Monsenhor João Labino‎(?)‎ de Las-Caeas‎(?)‎
========

========
Existem ruas com nome "Padre Espeschit" em Belo Horizonte, Contagem e Guarapari em loteamentos onde trabalhou Guilherme Nogueira Espeschit.
‎[ESPESCHIT, Guilherme N. - Entrevista em 01 jan 2003]‎
========

‎(3 - Pouso Alto, Sua História Sua Gente - Leonel Junqueira)‎

===
Dúvidas:
- Onde estudou no RJ?
- Na resposta ao Eng. diz que estava se recuperando de enfermidade. Qual?

Nota
Em pesquisas realizadas em periódicos foram encontradas as seguintes citações:
O PHAROL – 14 de dezembro de 1905
Diretor do Colégio S. C Jesus de Cana Verde‎(MG)‎. Transfere os aluno para Oliveira‎(MG)‎
O PHAROL – Juiz de Fora‎(MG)‎, 14 de novembro de 1908
Registro da criação do Jornal A Pátria Mineira em Sete Lagoas‎(MG)‎
JORNAL DE BRASIL – Rio de Janeiro ‎(RJ)‎, 4 de fevereiro de 1910
Registra uma missa celebrada pelo Pe Espeschit na Cadenlária
O PAIZ – Rio de Janeiro‎(RJ)‎ , 11 de fevereiro de 1910
Registra uma entrevista com o presidente Marechal Hermes
REVSITA DA SEMANA – 12 de maio de 1910
Fotografia da tipografia no Rio de Janeiro‎(RJ)‎- Jornal Pátria Brasileira
A LANTERNA ‎(jornal Anticlerical e de combate)‎ – São Paulo ‎(SP)‎ ano de 1911
O Pe Espeschit criou uma associação para adquirir a tipografia em Sete Lagoas‎(MG)‎, depois de algum tempo foi para Ouro Preto‎(MG)‎ cujo nome era do jornal Pátria Mineira e posteriormente foi para o Rio de Janeiro ‎(RJ)‎ onde passou a ser Pátria Brasileira.
A ÉPOCA – Sucursal de Belo Horizonte ‎(MG)‎, 30 de outubro de 1912
Realizou junto com Dom Silvério uma visita pastoral a Pitanguy‎(MG)‎, onde possui a função de redator do jornal arquidiocesano Dom Silvério de Mariana, Minas Gerais
A LANTERNA ‎(jornal Anticlerical e de combate)‎ – São Paulo ‎(SP)‎, 16 de agosto de 1913
É redator jornal arquidiocesano Dom Silvério de Mariana, Minas Gerais
A UNIÃO – Belo Horizonte ‎(MG)‎, 12 de janeiro de 1915
Registra que assume a nova paróquia de Santa Efigênia em Belo Horizonte ‎(MG)‎
O AVINOPOLIS – Cidade Avinopolis ‎(MG)‎, 27 de fevereiro de 1916
Instalação de Usina hidrelétrica em Santa Ana do Imbé, distrito de Caratinga, hoje Imbé de Minas ‎(MG)‎
CORREIO DA MANHÃ – 22 de novembro de 1916
Construção de hidrelétrica em Carandaí‎(MG)‎
A UNIÃO – Belo Horizonte ‎(MG)‎, 12 de julho de 1917
Construção da usina hidrelétrica assim como a sua distribuição
O PHAROL – Juiz de Fora‎(MG)‎, 3 de agosto de 1917
Inauguração da Usina de Sabará
O MALHO – Sem data
Foto inauguração da Usina de Sabará
JORNAL DA MANHÃ – Belo Horizonte ‎(MG)‎, 27 de março de 1920
Registra uma proposta para construção de uma usina elétrica na cidade de Rio Casca‎(MG)‎
CORREIO DA MANHÃ – 12 de julho de 1920
Construção do cinema e da arquibancada no estádio em Pouso Alto ‎(MG)‎
CORREIO DA MANHÃ – 1 de fevereiro de 1921
Construção de hidrelétrica
O PAIZ – Rio de Janeiro‎(RJ)‎ , 1 de fevereiro de 1925
Contratado para fazer uma usina hidrelétrica em Silvestre Ferraz, hoje Carmo de Minas‎(MG)‎
CORREIO PAULISTANO – 02 de julho de 1925
Assina um manifesto pelo moralização do ensino de engenharia
A NOITE – 16 de fevereiro de 1928
Em Pouso Alto‎(MG)‎ o Colégio dos Padres Mercedários passa a ser Colégio Municipal de Pouso Alto onde passa a ser diretor. O farmacêutico José Capristano de Paiva é um dos professores
O PAIZ – Rio de Janeiro‎(RJ)‎ , 26 de junho de 1928
Professor do Ginásio de São João de Campanha‎(MG)‎
O conteúdo foi liberado sobre a licença CC-BY-SA 3.0

View Notes for ...


Fontes
Nascimento Pelos Caminhos do Brasil o Que Encontrei
Publicação: Maza Edições - 1995
Detalhes da Citação:  Pág. 32 Par. 9
  Date of entry in original source: 25 Outubro 2002
  Texto: Em 24 de junho de 1876, teve começo a realização do mais caro sonho da casa, com a chegada do primeiro broto. Veio ao mundo o garotinho JoãoLuiz ‎(...)‎
Falecimento Resumo Biográfico do Pe João Luiz Espeschit

View Sources for ...


Mídia

Mídia
JOAO_LUIS_ESPESCHIT.JPGJOAO_LUIS_ESPESCHIT.JPG  ‎(M98)‎

Mídia
PADRE_ESPESCHIT_1_ENVIADO_POR_ANTONIO_RIANELLI_ESPESCHIT.JPGPADRE_ESPESCHIT_1_ENVIADO_POR_ANTONIO_RIANELLI_ESPESCHIT.JPG  ‎(M100)‎

Mídia
Certidão de NascimentoCertidão de Nascimento  ‎(M99)‎

Mídia
PADRE_ESPESCHIT_2_ENVIADO_POR_ANTONIO_RIANELLI_ESPESCHIT.JPGPADRE_ESPESCHIT_2_ENVIADO_POR_ANTONIO_RIANELLI_ESPESCHIT.JPG  ‎(M101)‎

Mídia
PADRE_ESPESCHIT_3_ENVIADO_POR_ANTONIO_RIANELLI_ESPESCHIT.JPGPADRE_ESPESCHIT_3_ENVIADO_POR_ANTONIO_RIANELLI_ESPESCHIT.JPG  ‎(M102)‎

Mídia
JOAO_LUIS_ESPESCHIT2.JPGJOAO_LUIS_ESPESCHIT2.JPG  ‎(M103)‎

Mídia
media/patriabrasileira_tipografia_riodejaneiro.pngmedia/patriabrasileira_tipografia_riodejaneiro.png  ‎(M336)‎
Tipo: Foto

View Media for ...


Família com Pais
Pai
Georg ESPENSCHIED ‎(I21)‎
Nascimento 15 Julho 1849 25 Vendersheim, Rheinhessen, Hessen, DEU
Falecimento 1935 ‎(Idade 85)‎ Pedro Leopoldo, MG, Brasil
7 anos
Mãe
 
Emma Elisa HAGEN ‎(I22)‎
Nascimento 29 Fevereiro 1856 Berlin, Berlin, Alemanha
Falecimento 1941 ‎(Idade 84)‎ Pedro Leopoldo, MG, Brasil

Casamento: 28 Fevereiro 1874 -- Santo Antônio do Paraibuna, MG, Brasil
2 anos
#1
Padre João Luiz ESPESCHIT ‎(I83)‎
Nascimento 23 Junho 1876 26 20 Chácara, MG, Brasil
Falecimento 27 Novembro 1950 ‎(Idade 74)‎ Pedro Leopoldo, MG, Brasil
2 anos
#2
Irmão
Meneleu ESPESCHIT ‎(I48)‎
Nascimento 13 Maio 1878 28 22 Santana do Deserto, MG, Brasil
Falecimento 23 Setembro 1951 ‎(Idade 73)‎ Sabará, MG, Brasil
3 anos
#3
Irmão
Antônio ESPESCHIT ‎(I43)‎
Nascimento 21 Maio 1881 31 25 Rosário, MG, Brasil
9 meses
#4
Irmão
Flávio ESPESCHIT ‎(I45)‎
Nascimento 7 Fevereiro 1882 32 25 Simão Pereira, MG, Brasil
Falecimento 28 Março 1974 ‎(Idade 92)‎ Curvelo, MG, Brasil
4 anos
#5
Irmã
Corina ESPESCHIT ‎(I46)‎
Nascimento 7 Março 1886 36 30 Rosário, MG, Brasil
3 anos
#6
Irmão
José Pedro ESPESCHIT ‎(I15)‎
Nascimento 13 Março 1889 39 33 Caeté, MG, Brasil
Falecimento 13 Fevereiro 1977 ‎(Idade 87)‎ Manhuaçu, MG, Brasil
5 anos
#7
Irmão
Levindo ESPESCHIT ‎(I47)‎
Nascimento 5 Abril 1894 44 38 Matias Barbosa, MG, Brasil
Falecimento 1912 ‎(Idade 17)‎ Belo Horizonte, MG, Brasil
2 anos
#8
Irmão
Lindolpho ESPESCHIT ‎(I44)‎
Nascimento 2 Junho 1896 46 40 Sarandi, MG, Brasil
Falecimento 8 Junho 1998 ‎(Idade 102)‎ Belo Horizonte, MG, Brasil