Em 31 de maio de 1850, o povoado de Santo Antônio do Paraibuna passou à condição de vila, ainda pertecendo ao município de Barbacena.

Em 2 de maio de 1856, a vila passou à categoria de cidade com o nome de Paraibuna.

Em 19 de dezembro de 1865, por razões ainda não muito bem explicadas, o nome da cidade foi mudado para Juiz de Fora.

Uma das teorias afirma que o nome vem do Juiz da Alfândega Manoel Correia, que tinha uma fazenda próxima ao povoado de Santo Antônio do Paraibuna, no outro lado da margem. Este juiz era conhecido por "Juiz de Fora", denominação dada na época para um magistrado nomeado pela Coroa Portuguesa para atuar onde não havia juiz de direito.

A fazenda de Manoel Correia passou a ser conhecida como "a sesmaria do Juiz de Fora" e acabou dando nome a toda a região, pois o nome Paraibuna se confundia com o de outra cidade.

No entanto, o historiador Paulino de Oliveira, dentre outros, afirma que o nome da cidade foi arbitrariamente escolhido, não tendo nenhum relacionamento com a fazenda do juiz de fora.